Resenhas #73 - Coração de Aço (Série Executores #1)

Autor: Brandon Sanderson Título Original: Steelheart Sinopse: Este  é o primeiro volume da série Executores. A obra apresenta uma ...


Autor: Brandon Sanderson
Título Original: Steelheart
Sinopse: Este é o primeiro volume da série Executores. A obra apresenta uma distopia na qual misteriosamente, pessoas de diferentes origens recebem superpoderes, mas são corrompidas por eles e tornam-se vilões. Após tomarem o controle das cidades, eles criam uma realidade terrível, submetendo os humanos a uma vida de servidão, ou morte. Tudo parece perdido e não há esperança para a humanidade, até que pessoas comuns formam um grupo de resistência chamado Executores, que investiga a fraqueza dos Épicos e os caça, um a um.

   Preciso começar com uma frase clichê usada para elogiar filmes blockbuster: Esse livro é eletrizante!
   O que encontrei em Coração de Aço é o que a literatura contemporânea precisa ter com mais frequência. É aquele tipo de história que pegamos apenas para nos divertir e acabamos completamente surpresos.
   Brandon Sanderson tem uma escrita incrivelmente boa. Fácil e gostosa de ler, sua escrita me fez ficar de olhos grudados no livro ansiosa por cada página. Com uma trama muito bem construída e intrincada, fui capturada para a Nova Chicago logo no prólogo. No prólogo são apresentados o protagonista e a grande problemática bem como a própria resolução, em certo grau.


   A partir do momento em que David vê seu pai sendo morto por Coração de Aço, ele põe como objetivo de vida se vingar. Ele quer matá-lo. Mas isso não será algo fácil e ele sabe que precisará de muita ajuda. Mas o único grupo de humanos não transformados que combatem os transformados, chamados Épicos, não está nada a fim de carregá-lo por aí. E um dos fatores mais importantes para não aceitarem essa ideia: ninguém tem a mínima ideia de qual seja a fraqueza do Coração de Aço e apenas David afirma ter visto ele sangrar.


   Então na primeira parte acompanhamos David tentando convencer os Executores de que eles podem não apenas destruir alguns Épicos mais fracos e sim os Épicos grandes, que são a raiz dos problemas. Mas não se engane: há muita ação desde o primeiro capítulo.

"Eu sei melhor do que qualquer pessoa, que não há heróis vindo nos salvar. Não há Épicos bons. Nenhum deles nos protege. O poder corrompe, e o poder absoluto corrompe absolutamente" - pg. 21

   No meio da aventura alucinante para conseguir materiais e armas necessárias para suas missões, nos deparamos com alguns questionamentos intrigantes e o principal deles é: estariam as pessoas melhor vivendo com terror mas tendo energia, trabalho e comida ou deveriam lutar pela liberdade e destruir esse império mesmo prejudicando alguns inocentes? Você percebe que essa não é uma questão tão fácil de ser respondida conforme vai passando as páginas. Coração de Aço aterroriza as pessoas e governa à base do medo mas Nova Chicago é a única cidade funcionando plenamente. Sempre há novas pessoas chegando para se refugiar na cidade pois no resto do mundo os Épicos simplesmente deixaram as pessoas na miséria.



"Não é o bastante - Prof sussurrou. - Não é o bastante ter poderes divinos, ser funcionalmente imortal, poder curvar os elementos à sua vontade e voar pelo céu. Não é o bastante, a não ser que você possa usar isso para fazer outras pessoas te seguirem. De certo modo, os Épicos não seriam nada sem as pessoas comuns. Eles precisam de alguém para dominar; precisam de um jeito de exibir seus poderes." - pg. 178

   Então além de uma história muito empolgante e envolvente, cheia de incríveis cenas de ação temos muito em que pensar e nos é apresentado algo muito diferente do que costumamos ver por aí.


   Nesse livro os poderosos são os vilões e os seres humanos são os heróis. Numa época em que há material com super heróis para onde olhamos, uma história com os papeis invertidos é tudo o que estamos precisando. São as pessoas comuns que estão correndo atrás de sua liberdade e salvando as pessoas.
   
"- É bom que você pense nisso, filho. Pondere. Preocupe-se. Passe noites acordado, temendo as consequências da sua ideologia. Fará bem a você perceber o custo de lutar. Mas preciso avisá-lo de uma coisa. Não há muitas respostas a serem encontradas. Não há boas escolhas. Submissão a um tirano ou caos e sofrimento..." - pg. 219

   E não posso deixar de falar de uma das coisas mais incríveis nesse livro: reviravoltas absurdamente insanas. Algumas comecei a desconfiar e criar teorias da metade para o final mas uma das reviravoltas é simplesmente impossível de prever. Outro ponto positivo é a história fechada. O que começa termina nesse livro apenas deixando algumas coisinhas em aberto para serem desenvolvidas no próximo livro. E também gostei que todas as personagens tem características únicas que acabaram me cativando bastante.
   E claro, uma salva de palmas para a Aleph que novamente fez um trabalho gráfico incrível. Essa edição pisa nas edições gringas! E também o cuidadoso trabalho de tradução e diagramação incríveis!


   Sem sombra de dúvidas esse livro é incrível e se tornou um dos meus favoritos e uma das melhores leituras do ano. Ainda estou esperando outro livro superá-lo. Enfim, recomendo para TODOS. Sério, leiam. Ele é muito bom!



ISBN: 9788576573463
Ano de lançamento: 2016
Número de páginas: 375
Editora: Aleph
Classificação: 5/5

Beijinhos e até logo!! ^^

*Compre na Amazon

You Might Also Like

0 comentários