Resenhas #59 - Tarzan - O filho das selvas

Autor: Edgar Rice Burroughs Título original: Tarzan of the apes Sinopse:   Nascido na floresta, órfão com apenas um ano de idade, o p...


Autor: Edgar Rice Burroughs
Título original: Tarzan of the apes
Sinopse: Nascido na floresta, órfão com apenas um ano de idade, o pequeno lorde Greystoke é adotado e criado por uma antropoide, que o transforma em Tarzan - o homem-macaco, ágil, forte, poderoso guerreiro, líder de seu bando e rei da selva. Mas tendo contato com a espécie humana, sobretudo com membros de uma expedição americana, dentre eles a bela Jane, o herói se transforma. Será que o amor e suas origens como lorde Greystoke irão sobrepujar uma vida inteira como Tarzan? Pode um homem selvagem resistir ao chamado da floresta? Inclui 40 ilustrações de Hal Foster, autor da clássica adaptação de Tarzan para os quadrinhos nos anos 1920. E ainda apresentação, notas e cronologia de vida e obra de Burroughs.

   Para começar a resenha preciso passar aos leitores o fundo histórico do Tarzan na minha vida. A adaptação em desenho da Disney é o meu favorito. Assisto desde muito antes de aprender a ler, escrever e falar direito. Sei tudo de cor. Cada detalhe. Já fui até em um musical do Tarzan (graças a minha querida e maravilhosa melhor amiga Nick). Assim, desde que descobri que Tarzan vinha dos livros sempre procurei por eles, em sebos e até mesmo na internet. Mas nunca deu muito certo. Quando vi que a Editora Zahar iria publicar uma nova edição da história fiquei mais do que feliz! E mesmo depois de ter sido lançado não consegui adquirir e ler, o que me deixou bem incomodada. Então imaginem a minha felicidade ao ver o livro na biblioteca recém reinaugurada! Agarrei ele na hora e não me decepcionei. Agora vamos à resenha de fato.
   De início tive me do de acabar não gostando da escrita ou do jeito que a história se desenvolveria por ser bem antiga mas achei a escrita de Burroughs bem agradável. Não é cansativa, na verdade combina perfeitamente com o tipo de história contada. A narrativa do livro tem uma forma progressiva onde vemos o protagonista literalmente crescendo e mudando. A ambientação foi muito bem feita parecendo que estamos lá, lado a lado com Tarzan, na selva da costa africana.


Uma das ilustrações originais da HQ

   No livro há mais personagens do que a maioria das adaptações para cinema e televisão e também há personagens que são diferentes. Exemplo: no desenho Kerchak é líder e par de Kala, mas no livro ele é apenas líder. No desenho Sabor é uma leopardo fêmea e no livro é uma leoa. Em todas as adaptações Tarzan tem um amigo chimpanzé e na série de filmes de 1932 protagonizado pelo Johnny Weissmuller foi introduzida a famosa Cheeta que não existe nos livros. A princípio achei que por ter me acostumado com outras ideias de Tarzan, eu ia acabar me decepcionando com o livro. Mas em momento algum achei isso ruim. Por haver mais personagens há também muito mais ação e aventuras. Mesmo com uma realidade mais e cruel, mostrando o lado completamente selvagem dos animais da selva, o livro continua interessante. 



   Uma coisa que gostei muito foi quando Tarzan descobre os livros na cabana construída pelo seu pai e começa a descobrir as diferenças entre ele e os antropoides que o criaram. Ele descobre que e homem e não macaco e também começa a aprender a escrever. E em toda a história o autor faz questão de enfatizar que o homem pode se afastar da humanidade mas a humanidade não se afasta dele. Tarzan começa a querer agir diferente de seu bando vendo que eles eram irracionais e não faziam coisas inteligentes. Ele não sabe exatamente como um homem se comporta mas ele sabe que não tem que ser irracional.

"Sim, fazia parte da lei da selva o macho tomar sua companheira à força, mas poderia Tarzan ser guiado pela lei dos animais? Tarzan não era um homem? Mas como os homens se portariam nesse caso? Estava confuso, não sabia o que fazer." - pg. 228

   Outra coisa que gostei é de como ele é descrito no livro. Fiquei boquiaberta. Nenhuma das adaptações de Tarzan para a mídia trouxeram a imagem correta dele. Além de muito forte, ser bem alto e descrito como muito bonito diversas vezes e enfatizado por duas diferentes personagens, ele é uma figura fortemente heroica e poderosa. Sua força é extremamente surpreendente deixando as próprias personagens abismadas e sua inteligência também. Ele aprende rápido por observação ou sendo ensinado por alguém.
   A Jane não é exatamente como eu esperava mas eu continuei amando o romance dela com Tarzan. Talvez pela época em que foi escrito o autor não pudesse criar uma personagem feminina tão independente, mas mesmo assim ela ainda é um pouco diferente.
   Acho que a única coisa que não gostei no livro foi ele ter acabado na melhor parte! Espero muito mesmo que a editora lance pelo menos a continuação desse livro (já que são muitos livros nessa série). E quanto a edição, não preciso nem de muitas palavras pra dizer que amei tudo. Capa, diagramação, tradução, tudo excelente. Impecável! Todos os livros do Clássicos Zahar são edições maravilhosas.

"Uma sensação de paz sonhadora se abateu sobre Jane Porter enquanto ela se recostava na relva onde Tarzan a havia colocado. Olhava para essa enorme criatura que se erguia ao seu lado,e sentia uma estranha sensação de perfeita segurança." - pg. 229

   E também, uma das coisas que mais me deixaram empolgadas foi que, na mesma semana que comecei a ler o livro e estava super empolgada lançaram o trailer da nova adaptação de Tarzan para o cinema. E eu fiquei muito feliz com o trailer. Cada vez que chegava mais perto do fim do livro percebia como o trailer indicava que o filme seria uma das melhores adaptações! Eu realmente estou botando fé nesse filme, estou ansiosa por ele e quero ver no cinema.
   Bom, é isso pessoal! Eu amei esse livro e a resenha só foi difícil de organizar porque eu queria falar muito mais coisas do livro! rsrs Espero que tenham gostado e que se permitam embarcar nessa aventura do Tarzan também. Vou deixar o trailer aqui embaixo para quem ainda não viu.




ISBN: 978-85-378-1183-2
Ano de lançamento: 2014
Número de páginas: 336
Editora: Zahar
Classificação: 5/5
Skoob

Beijinhos e até logo!! ^^

You Might Also Like

4 comentários

  1. Amei a resenha! Parabéns! O filme também parece ser bom, me interessei.
    E quando os marcadores do blog ficam prontos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Obrigado! :)
      Espero poder fazer esses marcadores logo! Rsrs

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Acabei de conhecer o seu blog através de um blog amigo.
    Parabéns, ele é ótimo e estou seguindo. Me segue também?
    Desejo que você tenha um ano abençoado
    com muita paz, saúde e sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que legal!
      Muito obrigado!
      Pode deixar que seguirei sim :)
      Um ótimo ano, férias e leituras pra você!

      Excluir