Resenhas #29 - O prisioneiro do céu

Título original: El prisionero del Cielo Autor: Carlos Ruiz Zafón Sinopse: Barcelona, 1957. Daniel Sempere e seu...


Título original: El prisionero del Cielo
Autor: Carlos Ruiz Zafón




















Sinopse: Barcelona, 1957. Daniel Sempere e seu amigo Fermín, os heróis de A sombra do vento, estão de volta à aventura para enfrentar o maior desafio de suas vidas. 
   Quando tudo começava a dar certo para eles, um homem visita a livraria de Sempere em uma manhã em que Daniel está sozinho na loja. O homem misterioso entra e mostra interesse por um dos itens mais valiosos dos Sempere, uma edição ilustrada de O conde de Montecristo que é mantida trancada sob uma cúpula de vidro.O mistério se torna ainda maior depois que o homem sai da loja, deixando no livro uma dedicatória para Fermín. Daniel e Fermín terão que compreender o que ocorre diante da ameaça da revelação de um terrível segredo que permanecia enterrado há duas décadas no fundo da memória da cidade. Ao descobrir a verdade, Daniel compreenderá que o destino o arrasta na direção de um confronto inevitável com a maior das sombras: aquela que cresce dentro dele. Transbordando de intriga e emoção, O prisioneiro do céu é um romance em que as narrativas de A sombra do vento e O jogo do anjo convergem e levam o leitor à resolução do enigma que se esconde no coração do Cemitério dos Livros Esquecidos.


   Confesso que estou apaixonada pela escrita de Zafón. Ele é genial! Cada livro desta trilogia é uma estória independente e o próprio autor disse que não é necessário que fossem lido na sequência. Então se você quiser começar por esse, fique vontade. Talvez isso torne a experiência mais interessante. De qualquer forma, essa trilogia é algo único e especial. 
   Você pode entender muito bem a estória, de qualquer ângulo que você veja, pois ela não foca apenas em uma personagem, mas faz um passeio pelas vidas de várias personagens, tanto do presente como do passado. Com A sombra do vento você tem o início da história de Daniel e uma aventura repleta de mistérios. Em O jogo do anjo você fica até meio confuso, pois não tem nada a ver com a estória do outro livro e faz você se perguntar se realmente é uma continuação. Daí quando você chega em O prisioneiro do céu, você tem uma estória, misteriosa e empolgante, independente dos outros dois livros. Mas quem leu os outros, consegue identificar personagens e aspectos importante de O jogo do anjo e algumas personagens de A sombra do vento. E é isso que torna o livro bem interessante. Quem leu os outros dois livros e começa a perceber a ligação, fica fascinado em como Zafón é genial. Ele consegue fazer ligação entre personagens, eventos e detalhes que ninguém imagina. 
    Pra quem não leu os outros dois livros e quiser ler apenas esse, leia, poise esse livros é muito bom. Uma leitura rápida, pois o autor foi bem breve. Ele não fica dando tantos detalhes. Não fica explicando cada personagem, o que faz ou o que fazia. Mas isso não deixa o livro vago, faltando peças. ele escreve de um jeito tão simples que faz você parecer que conhece as personagens há muito tempo. Nesse livro, Fermín teve de contar toda uma história para Daniel, e com isso, você consegue encaixar os detalhes necessários para entender.
    O desenrolar da trama é muito interessante e você fica conectado ao livro, querendo saber o que Daniel vai fazer. O fim, deixa uma questão no ar, e pela distância de tempo entre a publicação de um livro e outro me faz pensa que, quem sabe um dia Zafón publique uma "continuação". Ele escreve de um jeito que dá vontade de ler mais e mais. Com certeza lerei os outros livros dele.


ISBN: 978-85-8105-073-7
Páginas: 250
Ano de lançamento: 2012
Editora: Suma de letras
Classificação: 5/5

                                           Beijinhos e até logo!! ^^

You Might Also Like

1 comentários

  1. Fã demais de Záfon e estou esperando ansiosamente uma possível continuação. Ou até um novo livro, já estou com sede das histórias dele!
    Amo demais!

    ResponderExcluir